Políticas Editoriais

Políticas de Seção

Editorial

Editores
  • Comissão Editorial
Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Dossiê

Editores
  • Comissão Editorial
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Varia

Editores
  • Comissão Editorial
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevista

Editores
  • Comissão Editorial
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Editores
  • Comissão Editorial
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Informações

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Quarta Capa

Editores
  • Comissão Editorial
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Apresentação - Presentación

As revistas põem em cena os debates contemporâneos. A atualidade das posições em discussão são as coordenadas que organizam as suas páginas, inclusive quando lançam olhares retrospectivos em direção aos temas do passado. Parece paradoxal, mas essa fugacidade do presente, que condena essas páginas a um envelhecimento precoce, preserva a vitalidade de um espaço de discussão que resiste às respostas consumadas, às soluções definitivas e ao conforto dos consensos. As revistas instauram a possibilidade de uma reflexão aberta ao diálogo e atenta às demandas de seu tempo. Esse é o propósito que impulsiona a ABEHACHE, a revista da Associação Brasileira de Hispanistas, que apresentamos hoje. Oferecer um espaço de debate que atualize permanentemente a reflexão sobre as manifestações linguísticas, literárias, artísticas, políticas, históricas e sociais do universo cultural hispânico. Abrir um espaço de debate que assuma, especialmente, a complexidade que esse campo do conhecimento comporta, não somente pela heterogeneidade inerente ao seu objeto de estudo, mas, sobretudo, pela peculiar perspectiva de análise que pressupõe pensar o hispanismo no Brasil. Tal pensamento não precisa limitar-se à constatação do que já se conhece, pode ser também uma instância de reinvenção e de intervenção, se levarmos em conta o lugar a partir do qual o conhecimento é construído. Em outras palavras, considerando a peculiar posição que o Brasil ocupa com relação à Espanha e à América Latina, a ABEHACHE pode fazer do hispanismo um espaço dinâmico de resignificação cultural, instaurando novos olhares sobre esse campo do conhecimento e estimulando o diálogo com perspectivas exteriores à revista. Nesse sentido, ela está aberta à recepção de trabalhos relevantes realizados no Brasil e no exterior.


Todos os números da ABEHACHE incluem um Dossiê que concentra o debate em torno de um tema particular. A seção Varia abre a revista para a diversidade de temas, problemas e perspectivas disciplinares que atravessam os estudos hispânicos e foi concebida como um espaço de debates em elaboração. A revista também prevê um espaço de Resenhas com o propósito de difundir publicações recentes, do Brasil e do exterior, de interesse para os estudos relacionados ao hispanismo. Por último, uma página de Tradução fechará todos os números, como uma forma de registrar a importância que tem tal instância da atividade intelectual quando esta se produz em um entrelugar linguístico e cultural.

 

Comissão Editorial 2017-2019

Alai Garcia Diniz (UFSC)

Célia Navarro Flores (UFS)

Hernán Yerro (UFBA)

Julia Morena da Silva Costa (UFBA)

Luciana Freitas (UFF)

Elena Ortiz Preuss (UFG)



Conselho Consultivo


Ana Maria Camblong Univ. Nacional de Misiones, Argentina

Azucena Palacios U. Autónoma de Madrid, Espanha

Bernard Sicot Université Paris X – Nanterre, França

Elisa Amorim UFMG, Brasil

Enrique Foffani Univ. Nacional de Rosario, Argentina

Heloísa Pezza Cintrão USP, Brasil

Jens Andermann Universität Zürich

Jorge Diaz Cintas Imperial College London, Reino Unido

José Carlos Sebe Meihy USP, Brasil

José Ribamar Bessa Freire UERJ / UNIRIO, Brasil

Julio Pimentel Pinto USP, Brasil

Julio Rodríguez Puértolas U. Autónoma de Madrid, Espanha

María Elena Placencia Birbeck University, Reino Unido

Mirta Groppi USP, Brasil

Oscar Diaz Fouces Universidad de Vigo, Espanha

Pablo Rocca Univ. de la República, Uruguai

Pablo Vila University of Temple, EUA

Patricia Willson El Colegio de México, México

Raquel Macciucci Univ. Nac. de La Plata, Argentina

Silvia Cárcamo de Arcuri UFRJ, Brasil

Silvina Montrul Univ. de Illinois, EUA

Susana Romano Sued Univ. Nacional de Córdoba, Argentina

Vera Sant’Anna UERJ, Brasil

Virginia Unamuno Conicet, Argentina

Viviana Gelado UFF, Brasil

Walter Carlos Costa UFSC, Brasil