Chamada Nº 15 da Revista ABEHACHE - Outros hispanismos

2019-02-15

Quando se fala de hispanismo, é comum pensar na língua castelhana e suas variantes históricas ou dialetais, na literatura espanhola e hispano-americana e na cultura de países que têm o espanhol como idioma oficial. No entanto, o que chamamos de hispanismo aparece cada vez mais como uma realidade complexa e dinâmica que, sob o signo da heterogeneidade, coloca em relação, não sem conflitos, uma diversidade de culturas, línguas e literaturas, promovendo assim novas questões e temas que, para seu estudo, requerem superar a abordagem tradicional e pluralizar tal nomeação.

A influência e permanência de culturas árabes e judaicas na conformação da língua de Castilha e suas literaturas; a origem, subsistência e renovação das culturas pré-colombianas e das literaturas indígenas na língua e cultura hegemônicas; a atualidade das literaturas asiáticas e africanas, bem como os traços de africanidade no universo hispânico (o cimarronaje ou o tropicalismo); o poder de representação das falas singulares de grupos minoritários (racial, sexual ou de género) e a riqueza expressiva das falas de fronteira (Portuñol ou Spanglish) e das línguas crioulas (Papiamento, Chabasco, etc.) são algumas das possibilidades que se abrem quando o conceito de hispanismo é alterizado e pluralizado.

A Revista ABEHACHE, da Associação Brasileira de Hispanistas, convida à comunidade acadêmica a enviar artigos relacionados a esses temas, nas áreas de análise literária, dialetologia, política lingüística, ensino de línguas, estudos da cultura, etc., para compor o Dossiê “Outros hispanismos” de sua edição online do número 15, sob a ideia de que os hispânicos são muitos, são outros, são vários.

Também serão publicados trabalhos de temas diversos dentro do grande campo do hispanismo, na seção Varia.

Submissões até 31 de março de 2019

Publicação prevista para julho de 2019